Membro da Ordem DeMolay conquista a medalha de bronze nos XVIII Jogos Pan-Americanos, em Lima, pela Seleção Brasileira de Vôlei
14 agosto, 2019

Membro da Ordem DeMolay conquista a medalha de bronze nos XVIII Jogos Pan-Americanos, em Lima, pela Seleção Brasileira de Vôlei

BY / 3 dias atrás

O Irmão Lucas Eduardo Loh, 28, membro do Capítulo Toledo nº 256, (desde os 12 anos na Ordem DeMolay), em Toledo – PR, distante 543 km de Curitiba; jogador profissional de vôlei, conquistou recentemente, em Lima, no Peru, a medalha de bronze desse esporte com a Seleção Brasileira nos XVIII Jogos Pan-Americanos. A vitória foi em cima do Chile por 3 x 0 com parciais de 25/12, 25/19, 25/21.

Esse foi o primeiro Pan-Americano que ele disputou na categoria adulta. O Brasil ficou em segundo lugar no quadro geral de medalhas, com 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze, totalizando 171 medalhas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

O evento, realizado entre julho e início de agosto; durante os dezessete dias de competições, mais de 6 mil atletas de 41 países competiram em 417 eventos de 38 modalidades. Foi a primeira vez que uma cidade peruana recebeu uma edição dos Jogos Pan-Americanos. Além da capital, as competições foram realizadas também nos distritos de Callao, Huacho, Ica, Punta Negra, Cañete e Lunahuaná.

Natural de Toledo-PR, o ponteiro da Seleção Brasileira de Vôlei começou a jogar com 10 anos, seu primeiro time profissional foi o São Bernardo do Campo, em São Bernardo, no ABC paulista. Atualmente é atleta do SESI-SP; tem um currículo invejável com alguns títulos conquistados ao longo dessa brilhante carreira.

Nas seleções de base, destaque para o título Sul-Americano Juvenil em 2011, Mundial sub 23 em 2013. Na seleção adulta, título da Superliga (brasileiro), 2011 e Copa do Brasil em 2016.

A Ordem DeMolay me ajudou muito a ser ainda mais uma pessoa madura, um bom cidadão, desde cedo levo os valores das nossas virtudes sempre comigo onde também as aplico em minha vida profana e também na minha carreira profissional. Essa Instituição Juvenil te faz desde cedo a aprender a lidar com situações de liderança, evolução na oratória e seriedade mesmo quando jovem, amar sempre ao próximo; isso te proporciona uma bagagem a mais para enfrentar a vida profana”, menciona.

Por: Lucas de Azevedo – Jornalista

RESPONDER

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *