Quatro Cavaleiros são homenageados com o Manto Prateado no ENAC 2019
07 agosto, 2019

Quatro Cavaleiros são homenageados com o Manto Prateado no ENAC 2019

BY / 1 semana atrás

A Comissão Organizadora do Encontro Nacional da Ordem da Cavalaria, edição 2019, (ENAC), prestou uma homenagem, (no sábado, 27 de julho, em São Caetano do Sul, distante 14 km de São Paulo, nas dependências da A.R.B.L.S. Luz do Oriente nº 2140), a quatro Cavaleiros com a honraria do Manto Prateado; são eles: Irmãos – Francisco André (convento Grande Comendador Alberto Mansur), Luigi Gomes (convento Príncipes do Real Segredo), Olavo Bevilacqua (convento Cavaleiros da Aliança e Lealdade em Cristo) e Rafael Xavier (convento União dos Novos Templários), pelos excepcionais serviços prestados a esta Instituição.

O Grau Cavaleiro da Ordem do Manto Prateado é o último Grau do Ilustre Rito da Cavalaria Brasileira, (IRCB); foi idealizado pelo Tio William Kutschabach, aos Cavaleiros que prestaram serviços excepcionais à Ordem da Cavalaria em âmbito nacional.

O simbolismo deste Grau é o retorno do condecorado Irmão à condição de simples Cavaleiro, por isso, a retomada da faixa branca. O nome Manto Prateado, é uma simplificação de uma capa branca que era utilizada na Ordem da Távola Redonda pelos Lordes Cavaleiros na Bretanha, no século V, região que envolve um pedaço da Inglaterra e outro pedaço da França, na antiga colônia do Império Romano.

No final da Idade Média, reis criaram ordens de cavalaria, que eram organizações exclusivas de distintos Cavaleiros os quais juravam obediência ao rei e aos outros membros da ordem. Se tornar um membro da Ordem da Cavalaria era extremamente prestigioso, tornando um homem um dos mais importantes do reino.

Por:  Lucas de Azevedo – Jornalista

RESPONDER

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *