Távola dos Escudeiros é instalada na cidade de Miguel Pereira / RJ

Publicado em 27/04/2018 e alterado em 21/04/2018 | Categorias: Institucionais, SCODB | Publicado por: 90237

A partir do último dia 15 de abril, as crianças de Miguel Pereira, localizada na região Centro-Sul do estado do Rio de Janeiro, passaram a contar com um local seguro para fazerem amigos e aprenderem importantes lições. Trata-se da Távola “Cidade Miguel Pereira” n.º 160 da Ordem dos Escudeiros, que foi instalada nas dependências da A.R.G.B.L.S “Deus e Humanidade” n.º 26, filiada à Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro (GLMERJ). A Távola é afiliada pelo Capítulo “Cidade Miguel Pereira” n.º 222 da Ordem DeMolay para o Brasil.

A Cerimônia de Instalação foi realizada pelas Távolas “Frank Sherman Land” n.º 86 e “Nova Iguaçu” n.º 123, consolidando um sonho. “A fundação desta Távola era um sonho de longa data, meu e dos DeMolays. Conseguimos concretiza-la com o apoio incondicional do Grande
Capítulo do Estado do Rio de Janeiro e também das tias, do Capítulo e as recém chegadas, da Távola. Todos abraçaram esse objetivo com muita dedicação, empenho e carinho. É emocionante”, disse o Tio Arides Rodrigues de Almeida Júnior, Consultor desta Távola.

Cinco meninos foram convocados nesta data. Visitantes ilustres marcaram presença e abrilhantaram ainda mais o evento, dentre eles, 30 Maçons da região, incluindo o Venerável Mestre da Loja Patrocinadora, Tio Roberto Bloise, e o Irmão Cristiano Heitor, Grande Mestre Estadual Adjunto. Ao todo, estiveram presentes mais de 70 pessoas que, ao final das Cerimônias, se deliciaram com um incrível jantar.

Para o Irmão Kleyton Sales, Mestre Conselheiro Regional da Região Serrana do Rio e Nobre Cavaleiro desta Távola, a Ordem dos Escudeiros é uma ótima maneira de se observar a pureza e a grande facilidade de integração das crianças. “Basta apenas um minuto para qie encontrem uma brincadeira que os tornarão grandes amigos”, menciona. “Após a Cerimônia de convocação da Távola, me recordo da fala de um irmãozinho chamado Breno, que disse: ‘Quero vir aqui todos os dias’ Escutar isso é recompensador!”, relembra emocionado, o Irmão Kleyton Sales.

A fundação da Távola significou a abertura de uma porta para que essas crianças tivessem uma oportunidade que vem sendo cada vez menos oferecida, que é a de receber noções de uma vida virtuosa. E o mais importante: que essas crianças possam aprender, desde pequenas, o valor da amizade sincera, da união e da liderança sadia”, explica o Tio Luís Alberto Almeida, Oficial Executivo da Região onde a Távola está instalada.