A Ordem DeMolay começa a crescer

Numa das reuniões realizadas no mês de julho, os membros do Conselho DeMolay decidiram convidar o Soberano Grande Inspetor Geral do Rito Escocês no estado do Missouri, Alexander G. Cochran, para assistir a um trabalho ritualístico. Os jovens ficaram sabendo, através de outros maçons, que mesmo sem conhecer de perto a organização, o Soberano inspetor já tinha aprovado a apoiado a existência do grupo. No dia 8 de novembro de 1919 ele foi assistir a uma reunião ritualística e se mostrou muito entusiasmado e interessado no que vir e logo se tornou um dos principais incentivadores e patrocinadores do “Conselho DeMolay”. Alexander Cochran foi, em seguida, escolhido o primeiro Grande Comendador, hoje denominado Grande Mestre. Na mesma oportunidade, o nome da organização trocado oficialmente de “Conselho DeMolay” para ORDEM DeMOLAY.

Na reunião de 2 de dezembro do mesmo ano o primeiro DeMolay, Louis G. Lower, foi eleito Mestre Conselheiro e sua instalação foi realizada no dia 23 seguinte. Foi então que o Capítulo-Mãe começou a crescer ainda mais e a fama da nova organização de jovens patrocinados pela Maçonaria aumentou e se consolidou. No início de 1920, um conhecido maçom do Estado de Nebraska, Zoro D. Clark assistiu a uma reunião ritualística e também se empolgou. Logo marcou a data de instalação do primeiro Capítulo em seu Estado. No dia 8 de maio de 1920 uma Comissão de Instalação foi à Cidade de Omaha e o segundo Capítulo do mundo foi fundado e instalado. Não demorou muito e outras cidades de Missouri e de estados próximos mostraram interesse em ter um Capítulo DeMolay. Em março de 1922, a ORDEM DeMOLAY já existia em 39 dos 48 estados americanos, incluindo a capital Washington – Distrito de Columbia.

A Ordem DeMolay causou grande impacto na sociedade maçônica da época. Como diziam os próprios obreiros daquele período da história, nada de tão importante e significativo tinha acontecido nos últimos 200 anos na Ordem Maçônica; jamais a juventude americana tivera a oportunidade de estar próxima aos conceitos e princípios maçônicos de liberdade, igualdade, fraternidade e fidelidade. Alguns anos antes os maçons conselheiros do Capítulo-Mãe já tinham previsto a grande e rápida expansão da organização e procuraram elaborar uma Constituição e Estatutos e imprimiram vários Rituais e os primeiros formulários administrativos. Todo o trabalho foi realizado num único dia, 20 de novembro de 1920, no centro de convenções de Baltimore Hotel, na cidade de Kansas. Eram os 13 membros do Conselho Consultivo do Capítulo-Mãe e outros dois maçons de outros estados.

Em março de 1921, o Grande Conselho da Ordem DeMolay foi formalmente organizado e, na primeira reunião anual, foi eleito Alexander G. Cochran como o primeiro Grande Mestre da Organização. John Glazier, que era Presidente do Conselho Consultivo do Capítulo-Mãe, foi escolhido Vice-Grande Mestre. Frank S. Land, fundador do grupo, foi eleito Grande Escrivão. Ao final do primeiro encontro, 19 maçons estavam cadastrados como membros ativos do Grande Conselho DeMolay.

O crescimento da Ordem DeMolay foi cada vez maior e a Comissão de Instalação e Posse do Capítulo-Mãe teve a oportunidade de fazer centenas de iniciações de capítulos por todo o país. O número de neófitos também crescia com o passar do tempo. O maior número de jovens iniciados em toda a história da organização, numa mesma reunião ritualística, foi registrado em 12 de fevereiro de 1923. Para a instalação do “Capítulo Templários”, na Cidade de Pittsburgh, Estado da Pensilvania, 1.099 jovens prestaram seu juramento de iniciação no altar DeMolay.