Conheça o maior Capítulo do Brasil, em número de ativos

Publicado em 25/07/2017 | Categorias: SCODB | Publicado por: 44297

Com a sua última Cerimônia de Iniciação, o Capítulo Mont Salvat nº 104 se tornou a maior célula da Ordem DeMolay brasileira, quanto ao número de DeMolays ativos e regulares. O acontecimento é um em sua  história, considerando as dificuldades que nossos irmãos passaram nos tempos mais recentes.

Localizado na cidade de Presidente Prudente, no estado de São Paulo, o Capítulo Mont Salvat tornou-se um destaque entre o Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil (SCODB). Tendo enfrentado diversos problemas quanto à relação com as Lojas Maçônicas patrocinadoras, o Capítulo sofreu com evasão severa de membros, falta de liderança, e também ficou sem um local para se reunir. “O Capítulo estava no fundo do poço”, conta o tio e irmão Caio Bueno, que atua como Oficial Executivo da 11ª Região Administrativa do Grande Capítulo do Estado de São Paulo (GCESP), a qual o Mont Salvat integra. “A Loja parou de mandar maçons, deixando a responsabilidade nas mãos de outra Loja, que era despreparada para a tarefa, e acabou por retirar o patrocínio, abandonando o Capítulo também”.

Desesperançoso, o Capítulo quase precisou fechar as portas, até que alguns irmãos seniores tomaram para si a tarefa de reerguê-lo. Foram promovidas sucessivas iniciações, com grande número de candidatos sendo admitidos na Ordem DeMolay. “Fizemos palestras, levantamos fundos com churrascos e almoços, demos instruções sobre os cargos e a ritualística”, relembra o irmão Caio, sobre os esforços que foram feitos. “No meio do caminho, porém, perdemos outro patrocínio que tínhamos desde os anos 90, mas conseguimos o apoio de uma Loja bastante influente no Grande Oriente Paulista (GOP/COMAB)”.

Essa obstinação pela recuperação do Mont Salvat influenciou profundamente os membros do Capítulo, como nos conta o irmão Francisco Pineda, atual Mestre Conselheiro: “Quando iniciei, a situação estava muito crítica, quase fechando. Havia 7 membros ativos. De lá pra cá, focamos primariamente em conseguir membros, para podermos trabalhar. Assim, firmamos um projeto para que cada membro indicasse pelo menos um candidato, e o número foi sucessivamente sendo dobrado”, relata, fazendo referência a um dos métodos que é sugerido pela Comissão Nacional de Treinamentos, para aumentar os quadros capitulares.

Assim, o trabalho culminou na iniciação de 18 novos irmãos DeMolays, elevando o número de ativos regulares do Mont Salvat para 59, que se somam a 15 seniores, para um total de 74 membros.

Jornada de Renascimento

Com tão poucos integrantes, o caminho percorrido pelo Mont Salvat foi árduo. Estudos, treinos e práticas do Ritual; criação e fidelização de eventos comemorativos anuais; participação em desfiles cívicos e outros eventos de organizações da sociedade civil; ações filantrópicas como as propostas no Desafio Nacional de Filantropia (DNF); reforço da identidade capitular, com a manutenção da página no Facebook e a confecção de camisetas com o emblema do Capítulo; parcerias com hospitais, asilos e outras organizações beneficentes; elaboração, aprovação e aplicação do regimento interno; fundação e instalação do Clube de Pais e Mães; além de integração regional e estadual, com visitas a outros Capítulos e participação em Congressos, foram alguns dos vários tipos de iniciativas tomadas pelos membros do Capítulo 104.

E o funcionamento pleno e sadio é tal que refletiu, inclusive, nas relações do Capítulo com outro existente na cidade, e pertencente a outra organização. “Os Capítulos participam igualmente nos eventos da cidade, e os meninos são amigos nas escolas, também”, conta Caique.

Para o Mestre Conselheiro, a sensação é de pura felicidade. “É um grande orgulho ver o nosso Capítulo, que foi tão desacreditado, que já ficou sem patrocínio, que já se dividiu em dois durante a cisão de Supremos, se reerguer tão poderoso. É algo que sempre dizemos aqui: nada nos representa melhor do que o símbolo da Fênix, presente em nosso emblema. Isso prova o nosso empenho, e mostra como os irmãos incorporaram, em suas vidas, a essência da Ordem DeMolay”, arremata.