Conheça o novo Mascote das Távolas!

Publicado em 27/06/2017 | Categorias: Comissões, Institucionais, SCODB | Publicado por: 44297

O vencedor do concurso cultural para a criação do Mascote das Távolas foi o Tavoleiro, criado e desenhado pelo irmão escudeiro João Antônio Melo, de Carmo do Rio Claro, MG.

A Távola Anjos Guerreiros, nº89, teve mais um motivo para comemorar, no Encontro Nacional da Cavalaria (ENAC) deste ano, que aconteceu em Belo Horizonte. Durante o evento, foi divulgado o resultado das avaliações do concurso nacional de Criação do Mascote da Ordem dos Escudeiros, e um dos escudeiros de Carmo do Rio Claro foi o grande ganhador.

O irmão Haroldo Henrique, que atua como Nobre Cavaleiro de lá, nos contou como foi o processo de participação no concurso: “Ficamos sabendo pelo grupo nacional de Távolas, por meio do irmão Fagner Passos. Logo em seguida, inscrevi a Távola, e levei as folhas para os meninos desenharem na reunião seguinte, explicando as regras e o prazo para os meninos”, explica. Mas não foi tudo muito fácil. Segundo Haroldo, os escudeiros de Carmo do Rio Claro levaram os desenhos para serem feitos em casa, mas muitos foram deixando para entregar nos momentos finais. “A maioria me entregou os desenhos no último dia antes do fim”, revela, aliviado.

O pai de João Antônio é o nosso irmão Herbert Melo, sênior DeMolay. De acordo com ele, João Antônio também foi um dos meninos que deixou o Nobre Cavaleiro preocupado com o prazo do concurso: “Ele fez o desenho bem de última hora, e só depois de muita cobrança do Haroldo. Na verdade, quase não teve como participar. Entretanto, depois de começar a desenhar, João ficou muito concentrado”, diz o seu pai. “Ele fez vários esboços e tentativas, e ainda disse que não teve tempo para caprichar”, nos conta entre risos.

João Antônio criou o Tavoleiro, um cavaleiro vestido com uma armadura formada pelos emblemas da Távola, para representar como um verdadeiro escudeiro deve ser, em relação aos ensinamentos da Ordem. Para ele, como fez o desenho no final do prazo e com “pouco capricho”, nem mesmo havia a certeza de ser avaliado. Assim, a notícia da vitória foi recebida com enorme surpresa. “Nem acreditei que havia ganhado! Não consegui parar de sorrir por um tempão”, admite o ganhador, cujo desenho ilustrará materiais oficiais da Ordem, e também a CIE.

Confira os trabalhos que ficaram em segundo e terceiro lugares.

Iniciativa

O concurso foi uma ação da Comissão Nacional de Organizações Filiadas e Paralelas, que resultou num grande sucesso, levando diversão e arte para as Távolas de todo o país. O projeto mobilizou escudeiros, Nobres Cavaleiros e Távolas. Como dito pelo presidente da Comissão, o irmão Gustavo Zambotto, teremos muitas outras ações nacionais voltadas para os escudeiros, ainda nesta gestão.