Vai começar o Desafio Nacional de Filantropia 2017

Publicado em 12/02/2017 | Categorias: Comissões, GNLJ, SCODB | Publicado por: 44297

A edição deste ano do  Desafio Nacional de Filantropia (DNF) está para se iniciar. Sendo um dos projetos mais bem sucedidos da gestão anterior do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil (SCODB), a expectativa para 2017 é muito grande, também por parte dos Grandes Capítulos Estaduais e dos membros de todo 14563362_1254109357983529_7276016212483227291_no Brasil.

O Desafio é uma competição em que cada Capítulo DeMolay inscrito deve realizar uma tarefa simples, a cada mês. Toda tarefa é uma ação filantrópica de fácil realização, como organizar a arrecadação de alimentos, ou visitar uma instituição de caridade para idosos. O objetivo do SCODB é incentivar todos os Capítulos a desenvolverem suas atividades com uma regularidade, enquanto estreitam e fortalecem seus laços com a sociedade.

Além de exercer sua cidadania, os Capítulos serão recompensados no Congresso Nacional (CNOD), de acordo com a Tabela de Premiações. E o vencedor do DNF leva para sua cidade a Taça Nacional da Solidariedade, um troféu itinerante que, atualmente, está sob a guarda do Capítulo Águas Belas. Além da Taça, medalhas, certificados, regularizações gratuitas e outros prêmios serão distribuídos aos demolays e Capítulos participantes, conforme as pontuações.

Fortalecendo laços

Presidente da Comissão Nacional de Filantropia e idealizador da edição original do DNF, o irmão Diego Santa Rosadiego explica os bastidores do DNF, que foi criado nos moldes do Torneio Estadual de Filantropia do Grande Capítulo Estadual do Rio de Janeiro (GCE-RJ). Segundo Diego, é um projeto integrado, que age em diversos aspectos da vida dos Capítulos, não só a filantropia: “Um Capítulo que participe do DNF, além de ajudar o próximo, também tem a oportunidade de agir em conjunto com os grupos civis de sua cidade, como ONGs, igrejas, grupos escoteiros, o exército, e até mesmo o governo. Além disso, estreita as relações com o Clube de Mães, a Távola, as Lojas Patrocinadoras, engaja e anima membros afastados a retornarem, bem como possibilita que as pessoas de fora possam conhecer a Ordem DeMolay e o seu trabalho”.

Outro ponto a respeito do Desafio é a igualdade de condições entre os capítulos. Uma grande preocupação da Comissão, ao estabelecer as regras para as competições, foi garantir que as tarefas possam ser realizadas por qualquer capítulo, não importando que tenha poucos membros, ou esteja localizado numa cidade do interior. Prova disso é o vencedor de 2016, o Capítulo Águas Belas, do Grande Capítulo Estadual de Pernambuco (GCE-PE), um dos menores do Brasil.

Mantendo-se atenta às sugestões e críticas, o DNF de 2017 incluiu, entre as tarefas, a doação de agasalhos, e substituiu a doação de livros escolares pela doação de kits de material escolar (cadernos, lápis etc). Entretanto a doação de sangue, tipo de ação filantrópica muito solicitada, não pôde ser incluída no Desafio, visto que a maioria das cidades menores brasileiras não possui hemocentros, e isto desequilibraria a disputa em favor dos Capítulos das metrópoles.

 Um projeto de sucesso

Realizado num esforço conjunto da Comissão Nacional de Filantropia, e o Secretário Nacional do Gabinete Nacional da Liderança Juvenil (GNLJ) , o irmão Igor Lopes, o Desafio de 2016 foi executado com extremo êxito.

Mais de cem Capítulos se inscreveram, e espera-se que o dobro participe em 2017. Segundo  atual representante do GNLJ para os assuntos filantrópicos, o irmão Eduardo Barbosa, a participação de mães, escudeiros, seniores e maçons é muito importante. “O DNF foi um sucesso no ano passado, e tenho certeza de que será novamente”, afirma ele.

E como se não bastassem todas as conquistas e realizações do DNF de 2016 para a sociedade, os Capítulos e o Supremo Conselho, as informações resumidas dos relatórios de todos os capítulos foram utilizadas para elaborar o Almanaque Nacional de Filantropia 2016, que se tornou uma base de dados detalhada, que pode ser consultada pelos DeMolays, em busca de soluções para as ações filantrópicas, modos de incrementar atividades ou diversificar os modos de atuação.

Os Capítulos podem se inscrever utilizando o formulário disponível no site do SCODB. Não existe prazo para o término das inscrições, mas a primeira tarefa tem a data de 31 de março como limite. Qualquer Capítulo pode participar, inclusive os irregulares (mas estes tem um prazo para se regularizar com SCODB até outubro, ou perdem 200 pontos no final).

Depois de inscrito, o Capítulo precisa comprovar a realização das tarefas, e se ater aos prazos para envio das comprovações, no dia 7 de cada mês. A classificação parcial dos participantes será publicada no dia 25 de cada mês.

  •  O Edital do DNF-2017 pode ser consultado aqui.
  • O Formulário de Inscrição para Capítulos está disponível aqui.
  • O Formulário de Inscrição para GCEs está disponível aqui.
  • Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail: filantropias@demolay.org.br