Ordem DeMolay ajuda na divulgação da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo

Publicado em 08/11/2014 | Categorias: SCODB | Publicado por: 78857

vaciA partir do dia 8 de novembro (sábado) começa a  Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo do Ministério da Saúde. Na maioria das Unidades Básicas de Saúde dos municípios brasileiros estarão disponíveis, além das vacinas contra poliomielite e sarampo,  as vacinas contra caxumba, rubéola e varicela. A medida visa imunizar as crianças e colocar a carteira de vacinação em dia. As crianças que já sofreram com choque anafilático anteriormente ao receber as vacinas, não poderão ser imunizadas. No Brasil aconteceram, em 2013, mais de 400 casos de sarampo importados da Europa por turistas em férias. Com isso, os casos proliferaram. A Campanha Nacional de Vacinação tem por objetivo interromper a cadeia de transmissão do sarampo no país. É importante os pais vacinarem seus filhos para que um novo surto não se desencadeie entre as crianças e adultos. A meta é que a cobertura das vacinas atinja os 95%, o que representa mais de 10 milhões de crianças imunizadas contra o sarampo e mais de 12 milhões contra a poliomielite

O Ministério da Saúde lançou um aplicativo gratuito que funciona como uma carteira de vacinação eletrônica: a partir da idade e do registro das imunizações já realizadas, o programa emite alertas sobre as próximas vacinações. Todas as vacinas oferecidas pelos SUS estão cadastradas e é possível registrar até 10 carteiras de vacinação diferentes. Quem tem um celular com o sistema Android já pode baixar o aplicativo que, em breve, estará disponível na versão iOS.

Cartaz-Vacinacao-Sarampo-paralisia-64x46-cmSerão duas semanas intensas de campanha: do dia 8 ao dia 28 de novembro, capítulos de todo o Brasil devem auxiliar os municípios a divulgarem esta importante campanha e sensibilizar os pais e a sociedade a procurarem as UBSs para esta importante prevenção.

E o Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil entendendo a importância dessa campanha soma-se na divulgação de maiores informações e estimulando que as nossas crianças possam ser vacinadas e assim, estarem mais protegidas.