[GCE/PR] Capítulo Maringá Universitário realiza ato no dia da Proclamação da República

Publicado em 22/11/2012 e alterado em 13/08/2013 | Categorias: GCE | Publicado por: Corazza

O dia da Proclamação da República não passou em branco para os membros do Capítulo Maringá Universitário nº 691. Os DeMolays se reuniram em frente a prefeitura de Maringá, cidade localizada a 436 quilômetros de Curitiba, juntamente com autoridades civis e Tios, para relembrarem o dia 15 de novembro de 1889.

A ideia de realizar o ato de patriotismo surgiu quando o Capítulo participou do Desfile de 7 de Setembro. “Percebemos o interesse das pessoas em descobrir o que era a Ordem DeMolay. Decidimos então homenagear também a República do Brasil, no seu dia comemorativo”, explica o Mestre Conselheiro, Vantuir Pizani.

Read MoreA cerimônia foi uma adaptação da abertura de uma sessão pública. Os DeMolays fizeram oração, cantaram o Hino da Bandeira e o Hino Nacional, e por fim um trabalho sobre a República foi apresentado no espaço público.

“É sempre muito importante lembrar dos dias comemorativos ligando sua história à realidade. Muitas pessoas comemoram o feriado sem saber o real significado. Pensamos que, realizando a cerimônia, conseguiríamos mostrar à sociedade um pouco da história do dia em que eles ficam de folga em casa, além de homenagear os grandes heróis da Nação”, destaca Pizani.

Estiveram presentes na cerimônia: o Mestre Conselheiro Estadual, Irmão Jean Ferreira Fachin; o Mestre Conselheiro Regional, Thiago José Guidetti de Souza; o Presidente do Conselho Consultivo do Capítulo Maringá Universitário, Tio Sérgio Nagib Nem; o vereador eleito, Senhor Carlos Mariucci; o Secretário de Transporte, Tio Valdir Pignata, nesta ocasião representando o prefeito; o representante do Rotary Club Maringá, Humberto Kotisifas; o assessor de Promoção à Igualdade Racial da Prefeitura Municipal, Felix de Jesus; e o Auditor da Receita Federal, Hercules Maia Kotisifas.

Todo o evento foi organizado pelo Irmão Marlon Siqueira, Iniciático do Capítulo.

Texto/Crédito: Maycon Corazza